Michael Phelps sobre seu filho: Boomer está se transformando em um "peixinho"

O atleta Olímpico mais condecorado de todos os tempos diz que seu filho de dois anos adora nadar

Michael Phelps falou para o Olympic Channel que não vai pressionar seus dois filhos para iniciar a carreira na natação, apesar de admitir que Boomer já está se transformando em um "peixinho".

Phelps é o atleta Olímpico mais condecorado de todos os tempos, ganhando 28 medalhas.

Seu filho mais velho já demonstra sinais de que herdou os genes “anfíbios” do pai, com suas aventuras aquáticas bem documentadas no Instagram.

O nadador norte-americano, que ganhou 23 medalhas de ouro, tem se divertido iniciando seus filhos no nado.

"Como pai é divertido assistir Boomer se mostrar realmente relaxado na água, ele também é capaz de dar pernadas", disse Phelps em entrevista exclusiva ao Olympic Channel.

"O Booms tem ficado tanto na água, que posso dizer que ele está se transformando em um pequeno peixe, assim como eu era"

- Phelps para o Olympic Channel.

“É bem legal; Boomer basicamente copia o meu nado borboleta, ele me pede para mostrar como eu faço, depois vai sentar e fica absolutamente louco quando eu nado." Phelps acrescentou.

Pais Sem Pressão

Phelps insiste que ele e sua esposa, Nicole, não vão empurrar Boomer, de dois anos, ou Beckett, de sete meses, para continuar seu legado na piscina.

O atleta de 33 anos completa: “Se ele [Boomer] escolher nadar, é sua escolha: Eu nunca, jamais, vou pressionar um dos meus filhos a fazer algo que eles não queiram fazer... Tudo o que eu quero ver são duas crianças muito felizes, e se podemos ver isso, é tudo o que importa".

Mesmo Beckett, que nasceu em fevereiro desse ano, já está se acostumando a nadar, embora Phelps diga que tem sido um processo um pouco mais lento do que com Boomer.

“Beckett não é um grande fã de água fria como seu irmão, então nós levamos um pouco mais de tempo com ele, mas ultimamente ele começou a gostar de estar na água, então tem sido um prazer ter a minha família comigo na água.”

View this post on Instagram

It’s Friday!!! #fridayfunday #watersafer

A post shared by Michael Phelps (@m_phelps00) on

A relação entre a família de Phelps e a água não termina na piscina, já que o atleta Olímpico é um embaixador global da campanha #EveryDropCounts da Colgate.

Consciente sobre o meio ambiente, Phelps aproveita a chance de passar bons costumes para seus filhos.

Ele disse: “Isso é algo que eu e a Nicole temos praticado há muito tempo, mas agora existe a importância de transmitir isso aos nossos filhos, e é algo que nós acreditamos muito fortemente…”

“Especialmente sobre a água, já que somos extremamente sortudos, e quase presumimos que sempre a teremos ali, essa oportunidade de ter água limpa, então para gente é ótimo ter essa oportunidade de poder divulgar a importância dela... como lembrar, por exemplo, de desligar a torneira quando escovar os dentes, tentar não tomar banhos de 30 ou 20 minutos, todas essas pequenas coisas que podem ter um impacto significativo na mudança do mundo.”

Pai Ganancioso

Phelps afirma que se fosse “ganancioso” e pudesse escolher uma carreira esportiva para seus filhos, seria no campo de golfe, e não na piscina.

Ele disse: “Se eu fosse um pai ganancioso e quisesse escolher um esporte para meu filho, qualquer um deles, eu diria que gostaria de vê-los na tabela de liderança do Masters ou em um dos maiores torneios de golfe de domingo porque [Eu] sou um golfista apaixonado, então para mim isso seria inacreditável”.

Últimas Notícias

Mesmo que ele não tenha intenção de pressionar seus filhos, pode ser que Phelps sinta essa pressão muito em breve, quando o mais velho perceber que não será capaz de torcer pelo pai nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Depois de terminar sua carreira em alta, ganhando seis medalhas na Rio 2016, incluindo cinco ouros, Phelps afirmou que não sentirá vontade de voltar para a piscina para os próximos Jogos.

Mas ele pode ter dificuldade para explicar isso para Boomer.

"Eu acho que estou no processo de tentar descobrir o que vou dizer a ele, quando ele me perguntar porque eu não estou nadando nas próximas Olimpíadas”, disse Phelps.

"Eu acho que tenho que ter uma resposta pronta, já que tenho a sensação de que ele definitivamente vai fazer essa pergunta para mim."

Phelps diz que ele pode ter sido atraído pela possibilidade dos Jogos Olímpicos em casa, mas não será o caso até LA 2028.

"Eu sempre disse que se alguma vez tivesse a chance de nadar no meu país, quando ainda estivesse nadando, faria isso", disse ele.

 "Mas quando as Olimpíadas forem sediadas nos Estados Unidos eu terei 40 anos, então não vejo isso como algo que eu gostaria de fazer.”

Ele ainda acrescentou: "Nesse ponto, tenho certeza que vou ser questionado pelo meu outro filho também, então terei que estar preparado duplamente para dar uma resposta".

Gostou dessa história? Compartilhe com seus amigos!