O campeão Olímpico da Juventude de Skimo, Thomas Bussard: "Talvez você precise ser um pouco louco"

A estreia do novo campeão dos Jogos Olímpicos da Juventude, em esqui de montanha, explica a mentalidade dos atletas do esporte.

Olympic Information Service ·

Muitos esportes envolvem kits especializados, mas, o esqui de montanha é realmente um esporte isolado.

Conhecido como “skimo”, este não é exatamente um passatempo comum. Os competidores chegam às montanhas equipados, entre outras coisas, com um cobertor de sobrevivência, uma sonda de neve e um detector de avalanches.

"Normalmente as competições são seguras, mas você nunca fica completamente livre de riscos, então sempre precisa do seu sistema de segurança", disse Thomas Bussard, da Suíça, que ganhou o evento individual masculino no primeiro dia dos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno de Lausanne 2020.

"É particularmente vital quando você está treinando. Pode ser perigoso".

Esqui Alpino | Guia do Esporte - Lausanne 2020

O que você sabe sobre Esqui Alpino? Descubra neste Guia do Esporte para Lau...

Os atletas do Skimo correm na subida e na descida, muitas vezes utilizando equipamento especializado de escalada para atravessar subidas geladas a pé. Atingindo algumas alturas vertiginosas, muitos se recusariam a participar desta competição.

"Tal vez você precise ser um pouco louco para fazer skimo", disse Thomas de 17 anos. "Mas se trata de manter qualquer risco ao mínimo, e sempre fazer isso com a habilidade certa."

Skimo faz a sua estreia Olímpica em Lausanne 2020, com 48 atletas que competem de 10 a 14 de Janeiro. São cinco corridas: provas individuais femininas e masculinas, sprints femininos e masculinos e um revezamento misto.

Robin, irmão gêmeo de Thomas, ganhou a prata, ficando logo atrás dele na prova individual masculina, enquanto as colegas de equipe, Caroline Ulrich e Thibe Deseyn, levaram o ouro e a prata, respectivamente, na prova individual feminina.

As provas individuais são as competições de resistência do esporte, provas de largada em massa incorporando três subidas cansativas, incluindo uma seção de escalada na qual os atletas carregam seus esquis, e tem três descidas.

"A resistência é a qualidade mais importante para os atletas de skimo, mesmo que sabendo que para o sprint você precise de dinamismo", disse Robin. "Você tem que ser capaz de mentalmente, empurrar a si, acima do limite. Também é um esporte muito técnico, você sempre muda de subidas para descidas". Como em um triatlo, fazer as transições rapidamente é vital".

A competição de sprint é uma explosão de três a quatro minutos, em que os esquiadores tem que passar por transições, subindo e descendo cerca de 80 metros. Eles devem colocar peles nos seus esquis para agarrar a subida, depois prender os esquis à mochila e continuar a pé.

No topo, eles retiram as peles, deslizam por uma pista gigante em forma de slalom, depois correm até ao fim em estilo de patinação. E tudo é cronometrado as eliminatórias, em seguida, os “knock-out heats” e uma final de seis.

O revezamento misto é um evento de nacionalidades mistas, com 12 equipes de quatro atletas (duas mulheres e dois homens).

Os irmãos Bussard marcaram a sua presença nos outros eventos. O pai deles foi campeão suíço no esporte.

"Sempre estivemos em esquis com o nosso pai, e é uma vantagem competir com o seu irmão", disse Thomas.

"Nós dois queremos sempre ganhar, mas somos irmãos e amigos antes de mais nada."

OIS nm/pp/sg Thumbnail Foto: OIS/Ben Queenborough.