Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 adiados para 2021

Os Jogos da XXXII Olimpíada, originalmente programados para acontecer de 24 de julho a 9 de agosto de 2020 em Tóquio, "serão remarcados para uma data posterior a 2020, mas não após o verão de 2021".

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 foram adiados, anunciou o Comitê Olímpico Internacional e o Comitê Organizador de Tóquio 2020 na terça-feira (24 de março).

Originalmente programado para acontecer de 24 de julho a 9 de agosto de 2020, os Jogos foram transferidos para o próximo ano devido à atual situação global com a pandemia de Covid-19. No entanto, será mantido Tóquio 2020 como nome.

O anúncio foi feito 122 dias antes da Cerimônia de Abertura, programada para acontecer no recém-construído Estádio Nacional, na capital japonesa.

Uma declaração conjunta do COI e do Comitê Organizador de Tóquio comunicou a seguinte informação da Organização Mundial de Saúde. "O presidente do COI e o Primeiro-Ministro do Japão concluíram que os Jogos da XXXII Olimpíada em Tóquio devem ser remarcados para uma data posterior a 2020, mas não após o verão de 2021, para proteger a saúde dos atletas, de todos os envolvidos nos Jogos Olímpicos e a comunidade internacional ".

A declaração ainda acrescentou:

"Os líderes concordaram que os Jogos Olímpicos em Tóquio poderiam permanecer como uma fonte de esperança para o mundo durante esses tempos difíceis, e que a chama Olímpica poderia ser a luz no fim do túnel no momento em que o mundo se encontra atualmente. Portanto, foi acordado que a chama Olímpica permanecerá no Japão. Também foi acordado que os Jogos manterão o nome Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020. "

Todos os eventos testes deste ano serão cancelados. A maratona, que foi transferida para Sapporo, devido ao calor do verão em Tóquio, deve permanecer em Sapporo.

Falando fora de sua residência oficial, o primeiro ministro japonês Abe Shinzo disse: "Juntamente com o presidente de Tóquio 2020, Mori Yoshiro, e a governadora de Tóquio, Koike Yuriko, realizamos uma teleconferência com o presidente do COI, Thomas Bach.

“Eu propus o adiamento dos Jogos por cerca de um ano. O Presidente Bach disse que concorda em 100%.”

"Dada a situação da pandemia, concordamos que seria difícil realizar os Jogos ainda dentro deste ano, e foi por isso que decidimos adiar por cerca de um ano".

O presidente do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Mori, disse: “Concordamos que a segurança dos atletas e do público é fundamental.”

“A partir disso, e considerando a situação atual por todo o mundo, que está se deteriorando constantemente, também concordamos que tornou-se impossível organizar os Jogos em Julho como originalmente planejado - ou em qualquer outro momento deste ano, restando nenhuma outra opção a não ser a de postergar.”

"O COI, a Tóquio 2020, os governos metropolitanos do Japão e Tóquio assim como outras instituições relevantes concordaram em organizar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio até o verão de 2021, o mais tardar."

Ele acrescentou que o revezamento da tocha Olímpica será suspenso, mas a chama o

Olímpica permanecerá em Fukushima, por sugestão do primeiro-ministro.

Gostou dessa história? Compartilhe com seus amigos!